Fale agora com um dos nossos especialistas

Publishers

5 estratégias para converter leitores em assinantes

Lara Ximenes 7 min de leitura 17 de janeiro de 2022

Com a transformação digital e a chegada da Era da Experiência, em que o consumidor possui enorme influência, a estratégia mais assertiva dos e-commerces é conquistar a lealdade dos clientes. O mesmo vale para publishers que desejam converter leitores em assinantes.

Afinal, um cliente satisfeito com sua experiência tem mais chance de indicar a marca de forma orgânica para a sua rede de contatos.

Dados da PwC revelaram que 73% dos consumidores consideram a experiência com a empresa um grande fator de decisão na hora de comprar. A pesquisa também afirma que 43% das pessoas pagariam mais para ter uma experiência de compra melhor.

Por isso, transformar consumidores em verdadeiros fãs da marca é essencial – além deles avaliarem positivamente a sua experiência com a empresa, são também os que a indicam gratuitamente na sua rede de contatos.

Todo esse contexto tem relação direta com a ascensão dos negócios por assinatura, parte da chamada economia de recorrência.

Em poucas palavras, negócios recorrentes são aqueles que trabalham com assinaturas – e uma de suas principais táticas gira em torno de colocar o assinante no centro, pelas razões citadas no início deste artigo.

Mas o que tudo isso tem a ver com publishers?

No estudo citado anteriormente, a PwC também revelou um interessante dado:

65% dos consumidores acham que uma experiência positiva é mais eficiente para suas decisões de compra do que serem impactados com uma boa propaganda.

A mesma premissa é válida no consumo de notícias, sendo neste caso o leitor dos portais o possível cliente. Para o leitor virar assinante, é preciso fidelização, assim como e-commerces convertem os visitantes em clientes.

Por isso, as estratégias de um e-commerce de assinaturas servem perfeitamente para publishers, que devem investir nelas na hora de converter leitores em assinantes! Vamos explicar algumas delas a seguir, a partir de uma entrevista do DigiDay com a diretora de análises do Google, Amy Adams Harding, especialista na área de notícias e publishers.

5 estratégias para converter leitores em assinantes

1. Crie uma newsletter

Dados do Google afirmam que assinantes de newsletters gratuitas têm maior probabilidade de apoiar outros projetos e pagarem por uma assinatura. Afinal, eles já estão inscritos em algo e costumam ser os leitores leais da publicação.

Em entrevista ao podcast DigiDay, a diretora de análises Amy Adams Harding, do Google, afirmou que “a lealdade de um cliente é o principal indicador de que ele pode pagar por algo”. Adams também reforçou que a newsletter é uma tática que costuma atrair assinantes pagos tanto para publishers grandes, como para os pequenos.

Um bom exemplo é o The New York Times, que construiu uma base sólida de assinantes em suas newsletters e anunciou que fará uma segmentação premium desse conteúdo, que já era entregue gratuitamente há 20 anos – aproveitando, assim, a base de leitores para proporcionar uma experiência melhor aos assinantes.

2. Garanta que o projeto está guiado por missão e valores claros

No departamento de publishers da Google, Amy trabalhou com o BuzzFeed News, onde aplicou uma pesquisa entre os apoiadores do site – ou seja, entre os leitores que já doaram pelo botão “Apoie Nosso Trabalho” (uma das estratégias de monetização do site).

Na pesquisa, quase 40% dos entrevistados afirmaram que a doação foi motivada por uma real admiração do trabalho jornalístico do portal, com o objetivo de contribuir com a qualidade do BuzzFeed News.

Nesse caso, os apoiadores não estavam interessados em receber algo em troca, como ecobags, canetas ou camisetas. Eles realmente queriam apoiar algo no qual acreditam, no qual vale a pena investir.

Diante disso, o conselho da Amy é usar a missão da publicação para encorajar doações – e garantir que a sua reputação faça jus ao que é dito. Assim, torna-se sustentável manter uma base de doadores e assinantes que enxergam um propósito na sua publicação.

3. Dê opções de planos e remova as fricções do processo de assinatura

Entre as estratégias de sucesso no e-commerce, está o oferecimento de diversos planos com preços diferentes: um mais simples, um médio e um premium. Essa tática é uma forma sutil de garantir liberdade de escolha ao assinante. Falamos mais sobre isso neste artigo.

A liberdade de escolher a sua forma de pagamento também é uma estratégia de e-commerce que deve ser copiada por publishers. Oferecer opções como cartão de crédito, PayPal, pix e boleto elimina qualquer fricção no processo de assinatura ou doação.

No caso das assinaturas, não se esqueça de informar claramente que o assinante pode cancelar a qualquer momento a sua inscrição. Segundo o Google, isso ajuda o consumidor a eliminar objeções, o que pode torná-lo mais propenso a continuar pagando aquela mensalidade no futuro – afinal, ele sabe que não terá dor de cabeça quando quiser encerrar sua conta.

4. Use técnicas de UI/UX design e SEO

Como é o botão de “Apoie o nosso projeto” ou “Assine aqui” do seu site? Dados do Google mostram que botões de ação retangulares, com bordas arredondadas, são o formato mais adequado para e-commerces. Isso porque eles são recebidos pelos consumidores como formatos menos agressivos do que o retângulo comum.

Essa é uma das diversas técnicas de design de interface e experiência do usuário (UI/UX Design), que não devem ser deixadas de lado por publishers. Além disso, jornalistas e publishers precisam garantir que o conteúdo dos sites esteja de acordo com regras de SEO (Search Engine Optimization), técnica de escrita para a web que garante um bom ranqueamento de páginas no Google.

Muitos textos com qualidade não recebem a devida atenção por não serem encontrados no Google ou em outras plataformas de busca. Saiba mais neste artigo.

5. Contrate profissionais de tecnologia 

É comum que equipes de tecnologia não sejam prioridade para publishers e redações. Mas profissionais de tecnologia como Product Managers, designers, especialistas em marketing e programadores têm muito a acrescentar nas redações.

Juntos, eles podem desenvolver produtos jornalísticos de alto nível e criar interfaces intuitivas, amigáveis e convenientes. Além disso, um bom time de tecnologia é capaz de resolver problemas de usabilidade  na plataforma, seja no portal em si ou na área do cliente. E como já falamos: uma boa experiência de navegação é essencial para converter leitores em assinantes.

Espero que essas informações sejam úteis para você converter leitores em assinantes!

Se você é publisher e ficou com dúvidas sobre as estratégias acima, não se preocupe, a Robox pode ajudar! Fale com nossos especialistas e saiba mais. 😉

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Quer saber das últimas novidades do cenário digital?