Fale agora com um dos nossos especialistas

Assinaturas Publishers

Por que um app de notícias é fundamental para publishers

Lara Ximenes 8 min de leitura 14 de março de 2022
mulher utilizando app de notícias

Um app de notícias pode ser o primeiro passo de um veículo de comunicação rumo à transformação digital. Afinal, mais da metade da população brasileira possui smartphone. Até 2021, o Brasil tinha aproximadamente 109 milhões de usuários, de acordo com uma pesquisa da consultoria Newzoo.

Esse número tem um impacto direto no comportamento digital dos brasileiros. De acordo com a Kantar IBOPE Media, oito em cada dez pessoas acessam a internet através de dispositivos móveis, o que representa 84% dos respondentes. 

O consumidor e-commerce também é heavy user de celulares: no primeiro semestre de 2021, as compras pelo celular responderam por 56,3% do faturamento total do e-commerce nacional, segundo o 44º Relatório Webshoppers.

Como esses dados influenciam os portais de notícias?

Em um artigo para o Nieman Lab, o PhD em comunicação Brian Moritz afirmou que, para o jornalismo sobreviver, é necessário que os novos modelos de negócios sejam centrados na realidade presente. E poucas coisas simbolizam tanto a nossa realidade quanto os smartphones!

Graças à invenção do smartphone, os celulares deixaram de ser apenas um canal de comunicação para se tornarem um canal de interação, trabalho, estudo, produção de conteúdo (até filmes exibidos no cinema já foram feitos com smartphones) e consumo. Esse consumo não se refere apenas ao e-commerce e às compras on-line, mas também ao consumo de notícias.

Cientes disso, grandes empresas já estão aplicando a mentalidade mobile first nas suas publicações digitais – ou seja, criando seus websites com base inicial nas proporções de telas menores, para apenas em seguida adaptá-las para as telas de computadores e notebooks. Além disso, outro grande passo na transformação digital é o investimento em aplicativos, sejam apps nativos dos próprios veículos ou agregadores de notícias. Essa é uma forma de estar presente onde a comunidade de assinantes está: de olho nos smartphones.

 

O Google News, por exemplo, é um aplicativo desenvolvido pela empresa para facilitar a vida dos leitores no mobile. O aplicativo é um agregador de notícias personalizadas, que organiza e destaca acontecimentos do mundo todo. O app possui abas para que o usuário encontre, com facilidade, as fontes na qual ele confia, bem como uma barra de pesquisas para procurar e descobrir novas referências.

Mas, para além dos apps agregadores, os apps jornalísticos também são uma grande oportunidade para as publicações aumentarem suas assinaturas digitais. Dos mais de 7,5 milhões de assinantes do The New York Times, por exemplo, 90% vêm de produtos digitais, como os apps e newsletters pagas. 

Vale lembrar que o faturamento em assinaturas digitais do NYT superou o de assinantes da versão impressa pela primeira vez em 2020, fruto do investimento não somente em um app de notícias de alto nível, mas também em apps voltados para outros interesses da comunidade de assinantes (como o NYT Cooking app, que falamos sobre neste artigo). 

As 10 características de um app de sucesso

Agora que você entendeu a importância de ter um aplicativo de notícias para a sua publicação, portal ou jornal, vamos entender as características de um app bem sucedido.

Unificação

Um app unificado possibilita ao assinante acompanhar notícias em tempo real, em um feed, mas também permite a leitura de edições diárias da publicação e seu acervo. 

UX (User Experience)

UX (User Experience) Design significa nada menos do que um design focado na experiência do usuário. 

Interatividade em foco

O app deve ter um espaço para comentários e botões interativos, seja de compartilhamento em redes sociais e Whatsapp, seja para avaliar ou favoritar notícias. 

Oferecer soluções úteis para problemas reais

As pessoas não querem apenas um app. Elas buscam uma solução para algum problema. Um produto jornalístico é útil para o usuário quando possui uma proposta de valor relevante.

Conteúdo transmidiático e segmentado

De acordo com uma pesquisa do Nieman Lab, 13% dos entrevistados afirmou que já cancelou alguma assinatura jornalística por considerar o conteúdo ruim, duvidoso, com muitos clickbaits e pouca robustez. Evite isso no seu app!

Oferecer mais de um plano de assinatura

De acordo com o relatório Subscription Economy Index (SEI), realizado pelo grupo Zuora, o modelo de negócios por assinatura cresceu quase 6x (mais de 435%) nos últimos 9 anos. Entre outros fatores, o estudo atribui esse crescimento à liberdade de escolha, que é um conceito que molda a experiência de fazer uma assinatura. Oferecer mais de um plano é dar essa liberdade ao assinante optar pelo que faz sentido para a sua realidade.

Oferecer free trial ou freemium

Ambas estratégias dão um “gostinho” do valor que o seu conteúdo pode oferecer e são fundamentais para o sucesso de um app de notícias. Afinal, por mais que o objetivo da empresa seja conquistar assinantes, novos usuários das lojas de aplicativos podem perder o interesse de fazer o download de um app sem conteúdo acessível. Como enxergar valor em algo que você não teve sequer a oportunidade de conhecer?

Seguir diretrizes técnicas da App Store/Google Play Store

Depois de todo o trabalho de desenvolvimento, o seu app de notícias precisa ser publicado nas lojas de apps App Store (para iOS) e Play Store (para Android) para, finalmente, ser baixado e utilizado pelos assinantes.

Contemplar usuários de Android e iOS igualmente, para que todos tenham a mesma experiência

Falando em iOS e Android, vale lembrar que é essencial oferecer a mesma experiência de alto nível para ambos os sistemas operacionais. Para além da diferença estética, cada plataforma possui ferramentas próprias e elementos de UI variados. 

Acessibilidade 

A acessibilidade é uma parte importante de qualquer app, seja no seu desenvolvimento ou nas melhorias que virão. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 45 milhões de pessoas no Brasil têm algum tipo de necessidade especial. Ou seja, 25% da população do nosso país. Sem recursos de acessibilidade, já imaginou quantos possíveis assinantes e usuários o seu app pode perder? 

Seguindo as diretrizes acima, o seu app de notícias será mais do que uma extensão do portal, e sim um novo canal de comunicação para o seu usuário, assinante, ou leitor. Além disso, a ferramenta é uma forma de conquistar assinantes, garantir receita recorrente e acelerar a transformação digital da publicação, garantindo que o jornalismo digital continue ganhando espaço e credibilidade. 

Mas atenção!

As características acima foram resumidas para que você soubesse exatamente o que priorizar na construção do seu app de notícias. Cada item possui diversos detalhes, nuances e especificações que não devem passar despercebidas. 

Por isso, vá além: baixe agora o nosso e-book “10 pontos cruciais para um app de notícias bem sucedido”. Acreditamos que conhecimento é poder e por isso disponibilizamos ele gratuitamente. 

O material contém conceitos fundamentais de Experiência do Usuário, estratégias para favorecer planos de assinatura, cases de sucesso e exemplos reais de interfaces bem sucedidas. Tudo construído com base na nossa experiência com publishers de nível nacional, clientes da Robox. Boa leitura!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Quer saber das últimas novidades do cenário digital?